Precisamos falar sobre uma questão urgente e relevante na vida em equipe durante o período pandêmico.

Muitos servidores(as) estão adoecendo em virtude da complexidade dos desafios encontrados para conciliar a vida doméstica/familiar com as rotinas do trabalho.

Nesse contexto, estamos todos em trabalho remoto, mas não estamos todos enfrentando as mesmas dificuldades. Cada um vive a sua própria realidade e a sensibilidade dos gestores pode fazer toda a diferença. Sejamos empáticos.

Precisamos nos colocar no lugar do outro nas condições que o outro vive.

É urgente, buscar boas práticas para que todos possam superar os obstáculos enfrentados, preservando a saúde física e emocional de cada um, sem descuidar dos interesses da administração da nossa Unidade.

algumas dicas de atitudes transformadoras: